domingo, 18 de outubro de 2009

Axé, Awere, Aleluia




É mais que estar e sentir
É ser
È tentar e conseguir
É sonhar
Ser feliz
É viver
Não apenas permanecer vivo.
È típico ou não.
È subjetivo
É em massa
Em oração
Com o coração
Com os olhos
A Realidade
A tranformação
A Luta
A Conquista
Ser um, é não ser nada
É ser multidão
É construir Vida crisã
Assim, na Caminhada.
É Extermínio do exterminio
E Vida de vida verdadeiramente.
Juventude é assim
Ação.
Amor,
Minha Juventude se dá por amor,
E Por amor a causa se morre
Se é morto.
Minha juventude é forte
Clama e não desiste
Não se retira da luta
Minha juventude é essa é aquela
É toda forma de Ser jovem. Ser  humano.
Toda forma de fazer valer,
De querer.
A minha juventude é a juventude toda.
Clamor de juventude toda se faz ouvir
Cantemos, gritemos juntos... até que
Céus e terras dancem de tanta alegria
Pois Juventude
É esta que não deixa esperança morta.
Juventude, minha, sua, nossas, nós..
Juventude do DNJ.
Rostos de juventude, permancam , hoje sempre e até.
Em nossa fé na caminhada, nossa força na luta
Nosso amém que é também axé, awere, aleluia.

8 comentários:

A Bailarina disse...

'Minha Juventude se dá por amor,
E por amor a causa se morre'

Que coisa mais linda.

Quantas lutas já perdi?
Quantas guerras ja travei?
Quantos amigos já perdi?
Quantos corpos já ganhei?


Adorei


=*

Marcelo Mayer disse...

que ótima enumeração!
saravá por tudo que mostrou nela!

Marcelo Mayer disse...

ah! e obrigado pela visita!

Paula disse...

Dayaaaaaaaa, como disse vc arrasa sempre nas poesiassss!!!
parabéns amigaaaaa
=/
pena que vc num declamou né, sua cabeçuda!!!

mas parabéns novamenteeeeee!!!
é isso aí da luta não nos retiramos, caminhamos juntos rumo à concretização do Reino, da Paz... DA VIDA!!!

Dayane disse...

Né.. queri ter declamado.. fiquei com vontadezinha agora, mas já foi. tudo bem. :D

Obrigada.. e é isso mesmo.. " Da luta não nos retiramos, caminhamos juntos a concretização do reino, da paz, da Vida!" (gostei!)

Marcelo Mayer disse...

ola!!!!! tudo bem?
gostei de seu comentário
aliás, é pra isso mesmo que o texto serve, para opinar. mas enfim, mesmo assim continuo acreditando que stou certo. como disse, faço parte da raça humana. a pessoa tem sim que ter orgulho do que é. em momento algum fui preconceituoso, pelo contrário. como disse na parte "sou da raça humana". é esse o ponto. temos que parar de levantar bandeiras e nos igualar. por exemplo, a parada gay é um carnaval. uma piada. ninguém vai ali pra ter orgulho, rola putaria, cevejada e sujeira na cidade (sim, não sou gay, mas já fui em uma pra ver qual que é). é isso que não gosto. é fazxer do orgulho uma fantasia. falar de preconceito é promover o preconceito. sou contra a revista raça, assim como sou contra a revista caras.
em relação ao cinema, tb nçao fui contra o cinema "arte". pois disse que alguns acham que cinema SÓ É cinema se for cul, e etc... e julgam as pessoas que gostam de entretenimento. pq sou aluno de rádio e tv e tenho que conviver diariamente com muitos babacas que fazem cinema e acham que são os donos da verdade. enfim
obrigado pelo seu comentário. e volte sempre
voltarei sempre aqui, pq seu blog é muito bom

bjs

Marcelo Mayer disse...

magina! não precisa se desculpar por nada! tb acho que teve várias manifestações positivas, mas hj em dia é tudo banalizado. o brasileiro só é veste a camisa de brasil no futebol. e não visto a camisa do brasil por nada. eu visto a camisa do mundo. não tenho orgulho de ser brasileiro, pq sou cidadão do mundo.

enfim, obrigado pelo seu ponto de vista
vamos parar por aqui senão o blog se tornará um chat entre nós dois. rs

e não peça desculpas, está no seu direito.

bjs

Essência e Palavras disse...

OI Dayane...

obrigada pela visita...

E aqui também ta muito aconchegante..
Axé... mineiro pra ti!


beejo